Como as Emoções Podem Interferir no Emagrecimento

como controlar as emoções no emagrecimento

Todos vocês já decidiram mudar um comportamento, um hábito ou uma atitude e por isso todos vocês já sabem o quanto difícil é essa mudança. As mudanças duradouras não são um processo simples, requerem geralmente um compromisso substancial de tempo, esforço e emoção.

Quando queremos alterar um comportamento, como perder peso ou adotar um estilo de vida saudável, podemos ter que tentar várias técnicas diferentes, muitas vezes através de um processo de tentativa-erro de modo a alcançarmos o objetivo final. No entanto, muitas vezes, durante este período as pessoas desanimam e acabam por desistir dos objetivos estabelecidos. Assim, cave a cada um de vocês procurar novas técnicas de modo a conseguirem manter-se no rumo certo para alcançar os resultados finais pretendidos. 

Neste artigo vamos refletir sobre as dificuldades emocionais que estão presentes durante o processo de perda de peso e sobre o que devem fazer para conseguirem superar a frustração que muitas vezes ocorre nestes processos.

A Motivação no Emagrecimento

Para perder peso é necessário em primeiro lugar ter motivação para o fazer, é também fundamental ter os recursos e os conhecimentos necessários para efetuar essa mudança. Não menos importante, é saber quais são os obstáculos que estão presentes e estarem preparados para lidarem com possíveis recaídas, pois nenhuma mudança de comportamento (seja alimentar ou não) é linear e a recaída é quase inevitável nestes processos. É, por isso, necessário uma abordagem proativa e envolvimento no processo de mudança.

Os Gatilhos Emocionais

Gatilhos emocionais

No processo de perda de peso os gatilhos emocionais são sem dúvida os que provocam mais dificuldades. Podemos pensar que o ato de comer é facilmente controlado, pois só deveríamos comer quando temos fome. Mas na verdade nem sempre é assim. A comida está muitas vezes alinhada ao prazer de comer, e a visualização de comidas maravilhosas em restaurantes e redes sociais fazem com que seja fácil perder o controlo. Assim sendo, a comida pode se tornar num verdadeiro problema para uma parte da população.

A importância de uma ajuda Especializada

O processo de emagrecimento, não é fácil, mas podem contar com a ajuda de profissionais especializados, que vos ajudarão a tornar este processo em algo mais simples. Refiro-me claramente aos nutricionistas, que vos ajudaram a definir um plano alimentar adequado ao vosso caso e aos psicólogos que vos ajudaram a identificar os gatilhos emocionais, a entender os elementos de mudança, os estágios de mudança e as formas de trabalharem em cada estágio.

O trabalho da psicologia no controlo das emoções

As pessoas que estão a tentar iniciar o processo de emagrecimento são frequentemente bombardeadas com frases como:

“Tens de mudar!” | “Tens de fechar a boca!”  | “Estás a ficar gorda!”

Estes comentários provocam um aumento de ansiedade nas pessoas que estão a tentar mudar os seus hábitos alimentares e aliados com o próprio aumento de peso, fazem as pessoas sentirem-se culpadas e, muitas vezes, incompetentes e indisciplinadas. No entanto, estes pensamentos camuflam, na maioria das vezes, problemas emocionais pelo que o trabalho do psicólogo deve-se focar nas emoções e na regulação emocional destas pessoas cujos relatos são caracterizados por dor, insatisfação e baixa autoestima.

Emoções x Emagrecimento - Um trabalho de equipa

O primeiro passo para perder peso de forma saudável é estarem dispostos a fazer uma mudança profundo nos hábitos alimentares e conhecerem a vossa relação com a comida. Ao mesmo tempo é importante saberem lidar de forma saudável com as vossas emoções, de modo, a evitar que frustrações, ansiedade e tristeza sejam resolvidas na comida.

Assim, se realmente quer mudar o seu comportamento e perder peso tem de agir, procurar ajuda de quem possa ensinar a lidar com os gatilhos emocionais e com as adversidades da vida. Ao mesmo tempo devem procurar a ajuda de um nutricionista para que este vos ensine a comer bem e saudável.

Conheça a Autora

Eduarda Figueiras
Eduarda Figueiras

Sou Psicologa Junior e estou aqui para ajudá-la a sentir-se bem consigo mesmo, melhorar sua autoestima e autoconfiança, para que se sinta bem e feliz consigo mesma.

Coloque as suas dúvidas ás nossas especialistas

Subscreva a Newsletter

Receba receitas e dicas de alimentação saudáve no seu email